Notícias Construtiva

O mundo Capitalista e o Meio Ambiente

Vídeo educativo feito nos EUA sobre a produção capitalista e o impacto no meio ambiente. Destaco o enfoque dado no filme quanto aos efeitos desta lógica de produção na vida humana, particularmente nos grupos sociais populares. Vídeo dublado em portugues. Este vídeo me foi indicado pelo professor e doutor em História Tiago Bernardon de Oliveira, á quem agradeço.

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Amazônia privatizada?

A Amazônia é rica. Além de recursos tradicionais como madeira, produtos não-madeireiros, minérios e água, a região possui também recursos cujos valores ainda estamos aprendendo a apreciar. Como, por exemplo, o maior estoque de biodiversidade do mundo. Com cerca de 6.000.000 km² de extensão, ela abriga entre 10% e 20% de todas as espécies que vivem em nosso planeta.
A floresta remanescente brasileira representa a maior fonte de biodiversidade mundial. Só na Amazônia brasileira existem mais de 10 mil espécies de plantas possíveis de ser utilizadas como insumos em produtos para a saúde e a aplicação cosmética. Entretanto, hoje, a indústria de cosméticos utiliza apenas 135 espécies da Amazônia com princípios ativos ou constituintes.
O que há de errado? Simples. A Amazônia vem sendo tratada como um problema pelos países que a administram quando, na verdade, ela representa a solução para os problemas do mundo. A missão da Arkhos Biotech, além de mostrar os atributos e peculiaridades da Amazônia, é lutar para torná-la efetivamente um bem mundial, o que, na prática, ela sempre foi. Os primeiros produtos explorados na região, as chamadas drogas do sertão , eram para exportação. A Arkhos Biotech acredita que o mundo deve opinar sobre a gestão da Amazônia porque toda a humanidade vem sendo agraciada com seus bens e seus serviços. A Amazônia pode suprir o planeta e ainda assim ter estoque para as futuras gerações. Pode prover serviços e receber pagamento em royalties por regular o clima do mundo. Tudo isso vem sendo discutido mundialmente.
Está claro que, para países como o Brasil, a Amazônia é um fardo difícil de carregar - como demonstram sucessivamente as taxas de desmatamento da Amazônia brasileira. O Brasil sequer investe em pesquisa na Amazônia. Dos 0,65% do PIB brasileiro investido em pesquisa, apenas 2% são canalizados para a região Norte. Os institutos de pesquisa que surgiram nos últimos anos na Amazônia brasileira, a maioria ongs ou entidades sem fins lucrativos, são mantidos com dinheiro dos países desenvolvidos. Hoje, mais de dois terços da produção de conhecimentos sobre a Amazônia são originados em outros países. Além disso, 78% das pesquisas sobre a Amazônia são produzidas por pesquisadores estrangeiros. A internacionalização da Amazônia já é um fato consumado.
Empresas como a Arkhos Biotech estão ajudando a pensar e a fazer o futuro da Amazônia através da tecnologia, ferramenta capaz de garantir o uso racional dos recursos da região. Empresas que investem em pesquisa para o manejo sustentável de recursos, que alocam e transportam matéria-prima sem prejudicar o meio, que podem garantir a origem e o processo de extração de tudo o que comercializam, que fazem parceria com as comunidades locais gerando renda e melhorando a vida das pessoas. A utilização sustentável e sadia do potencial da Amazônia, seja como celeiro de biodiversidade, seja como depósito de carbono, é a única estratégia possível para salvá-la da extinção total.
O futuro do Homem sobre a Terra depende da Amazônia. Por isso, o objetivo da Arkhos Biotech é ajudar a humanidade a usar e a tomar conta da Amazônia.

NOTA: O negrito foi posto por nós.

Este artigo esta na própria página da autora:


O Povo Brasileiro e principalmente o Governo deve reagir contra esta empresa que atua no BRASIL.

8 comentários:

wbonorino disse...

Olá!

Recebi por e-mail e hoje vejo, satisfeito, que o Henrique esta com a matéria no seu blog. Essa questão me indignou. Por isso tambem repassei aos amigos por e-mail e agora, comento para apreciação dos leitores deste blog.
Olhem, vejam se isso não nos induz a revolta! O assunto é de indignar. Mas não adianta esbravejarmos, temos que agir.

Informe e peça providências às autoridades com quem você se relaciona. Peça para o governo mandar embora qualquer negócio da empresa Arkhos Biotech. É preciso puní-los severamente e, alem disso proibir a venda de qualquer produto fabricado por eles. Ainda mais: Alem de exigirmos que deportem do Brasil todos os estrangeiros que trabalhem para essa empresa, devemos povoar, com nossa gente a Amazônia.

Peçam para o Itamarati começar uma campanha mundial mostrando as políticas públicas do Brasil para a Amazônia, provando a capacidade de preservar que temos. É preciso mostrar as providências que estão sendo tomadas na legislação e na prática, para o bem do mundo. Mostrar a imença contribuição que o Brasil dá para a saúde do mundo.
Enfim, precisamos começar um bloqueio nas relações com os países que atentarem contra nossa soberania, a começar pelos Estados Unidos da América, principal articulador da internacionalização da Amazônia.

Um abraço.

Washington O. Bonorino

Mariana Gabriela De Nadai disse...

OI. parabéns pelo seu blog... fantastico,
da uma passadinha no meu tenho certeza que vai gostar:
http://biologiasemlimites.blogspot.com

Abraços.

código disse...

A ficha de inscrição deve conter o nome completo do participante, a entidade da qual ele faz parte ou representa, a profissão ou especialidade, e a oficina temática da qual deseja participar.
Depois de receber o e-mail ou ficha de inscrição pelo correio, e dependendo da disponibilidade de vaga, uma mensagem de confirmação da empresa All Win Comunicação será enviada. A mensagem contará com uma minuta do projeto de lei, a programação completa, além de endereço e referências do local de realização do evento. A inscrição dá direito à participação em todas as mesas do seminário e à alimentação ao longo do dia de atividades.
A organização pede a compreensão de todos caso a procura seja maior que o número de vagas. Se isso acontecer, será aceito apenas um representante por entidade. Vale lembrar que a organização também receberá contribuições por escrito para todas as oficinas.
Para esclarecer dúvidas e fazer pedidos de inscrição, é só entrar em contato através do e-mail sofia@allwin.com.br. O Seminário já possui um blog: sampaambiental.blogspot.com.

código disse...

Na próxima sexta-feira, dia 29 de maio, acontece o “Seminário Internacional de Construção do Código Ambiental do município de São Paulo”. O evento será no Hotel Boulevard, na cidade de São Paulo, das nove da manhã às cinco da tarde.
O seminário vai discutir com a sociedade civil, técnicos em urbanismo, em ecologia e em políticas públicas de meio ambiente o código ambiental da cidade de São Paulo, que tramita na Câmara Municipal. Além disso, serão coletadas sugestões que contribuam para a construção do código.
As sugestões serão colhidas em quatro oficinas temáticas, respectivamente: sobre a água, o ar, o solo e o ambiente construído, e a biodiversidade.
As inscrições são limitadas em 200 participantes e devem ser mandadas para a Marilu, através do e-mail codigoambiental@allwin.com.br, ou até o dia 25 de maio para o seguinte endereço: Rua da consolação, 368 – 12 andar – centro – São Paulo – SP. Cep: 01302-904 – São Paulo – SP. A/C: Organização seminário Código Ambiental.

Kátia disse...

Artistas vão à avenida Paulista no Dia Mundial do Meio Ambiente

Sementes, flores e frutas serão distribuídas ao público dia 05 de junho



Músicos, malabaristas e palhaços estarão presentes na avenida Paulista, em São Paulo, para comemorar, junto à população, o Dia Mundial do Meio Ambiente. Os artistas farão apresentações que envolvem temas ligados ao meio ambiente, como separação de lixo doméstico; destinação e tratamento de resíduos industriais; captação de água de chuva; alimentos industriais e orgânicos; sustentabilidade do planeta; saúde e qualidade de vida, entre outros. A ação será no próximo dia 5, sexta-feira, a partir das 11h, na Av. Paulista.



Com roupas coloridas e alegres, a equipe será composta por: cinco músicos, três palhaços, quatro malabaristas, além de integrantes da equipe de apoio. O grupo distribuirá sementes, flores e frutas ao público, com o objetivo de incentivar o plantio de árvores, a alimentação saudável e a prática de hábitos sustentáveis, que garantam qualidade de vida e a sobrevivência do planeta.



As ações são patrocinadas pelo Grupo Bioagri, laboratório que trabalha com análises química, físico-química e microbiológica. De acordo com o responsável pelo marketing da Bioagri Luiz Felipe Salles, a ideia é informar a população sobre hábitos diários que podem ajudar a salvar o planeta. “De forma divertida e descontraída, vamos mostrar ao público que a mudança de alguns hábitos é necessária e está ao nosso alcance. Assim, protegemos o futuro”, garante.



Sobre o Grupo Bioagri

A Bioagri é um grupo de empresas de prestação de serviços analíticos, estabelecido primeiramente em Piracicaba-SP, em 1991. Atualmente, é o maior laboratório privado da América Latina em seu segmento, formado por 12 unidades distribuídas pelo Brasil, com cerca de 25.000 m2 de área útil de laboratórios e mais de 600 colaboradores.

O Grupo oferece um escopo de serviços diferenciados e diversificados em análises de alta complexidade, em oito segmentos de atuação: Ambiental, Agroquímicos, Alimentos, Fármacos, Saneantes, Cosméticos, Veterinário e Biocombustíveis.

Acesse: www.bioagri.com.br



Contatos para imprensa

Novità Comunicação Estratégica

www.novitacom.com.br

Kátia Almeida – katia.almeida@novitacom.com.br / 19 7805-4890

Patrícia Lopes – patricia.lopes@novitacom.com.br / 19 3386-1373

Kátia disse...

Artistas vão à avenida Paulista no Dia Mundial do Meio Ambiente

Sementes, flores e frutas serão distribuídas ao público dia 05 de junho



Músicos, malabaristas e palhaços estarão presentes na avenida Paulista, em São Paulo, para comemorar, junto à população, o Dia Mundial do Meio Ambiente. Os artistas farão apresentações que envolvem temas ligados ao meio ambiente, como separação de lixo doméstico; destinação e tratamento de resíduos industriais; captação de água de chuva; alimentos industriais e orgânicos; sustentabilidade do planeta; saúde e qualidade de vida, entre outros. A ação será no próximo dia 5, sexta-feira, a partir das 11h, na Av. Paulista.



Com roupas coloridas e alegres, a equipe será composta por: cinco músicos, três palhaços, quatro malabaristas, além de integrantes da equipe de apoio. O grupo distribuirá sementes, flores e frutas ao público, com o objetivo de incentivar o plantio de árvores, a alimentação saudável e a prática de hábitos sustentáveis, que garantam qualidade de vida e a sobrevivência do planeta.



As ações são patrocinadas pelo Grupo Bioagri, laboratório que trabalha com análises química, físico-química e microbiológica. De acordo com o responsável pelo marketing da Bioagri Luiz Felipe Salles, a ideia é informar a população sobre hábitos diários que podem ajudar a salvar o planeta. “De forma divertida e descontraída, vamos mostrar ao público que a mudança de alguns hábitos é necessária e está ao nosso alcance. Assim, protegemos o futuro”, garante.



Sobre o Grupo Bioagri

A Bioagri é um grupo de empresas de prestação de serviços analíticos, estabelecido primeiramente em Piracicaba-SP, em 1991. Atualmente, é o maior laboratório privado da América Latina em seu segmento, formado por 12 unidades distribuídas pelo Brasil, com cerca de 25.000 m2 de área útil de laboratórios e mais de 600 colaboradores.

O Grupo oferece um escopo de serviços diferenciados e diversificados em análises de alta complexidade, em oito segmentos de atuação: Ambiental, Agroquímicos, Alimentos, Fármacos, Saneantes, Cosméticos, Veterinário e Biocombustíveis.

Acesse: www.bioagri.com.br



Contatos para imprensa

Novità Comunicação Estratégica

www.novitacom.com.br

Kátia Almeida – katia.almeida@novitacom.com.br / 19 7805-4890

Patrícia Lopes – patricia.lopes@novitacom.com.br / 19 3386-1373

Newton Almeida disse...

Gostei muito do seu texto ! Você está bastante atualizado sobre o assunto. Nosso país precisa de gente com o seu conhecimento ! Parabéns !
Abraço do Newton Almeida
MEIO AMBIENTE RIO DE JANEIRO
www.limpezariomeriti.blogspot.com

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei aqui lendo.
Sou um leitor assíduo de blogues.
Mas, estou lhe convidando a visitar o meu blogue. Muito Simplório, e se possivel seguirmos juntos por eles.
Estarei lhe esperando lá. Lhe desejando um Tempo de Paz e harmonia Espiritual.
Te espero lá, com um...
Abraço Fraterno

CAIU A SECRETÁRIA DO MEIO AMBIENTE

Vera Callegaro caiu doze dias após nosso blog e vídeos contestarem sua nomeação.
Desta forma o Estado se redime de nomear criminosa ambiental para um cargo muito importante.

SECRETÁRIA DO MEIO AMBIENTE AINDA NÃO CAIU, MAS..........

Isto mostra a força dos que querem destruir com aqueles que procuram manter as Leis Ambientais, mantêm em cargos públicos os que procuram favorece-los Vera Callegaro já mostrou por diversas vezes que é maleável de acôrdo com interêsses em jogo. Sua conivência com a falta de Licenças Ambientais nos Assentamentos é nuito grave. Seu apoio a Jackson Müller muito mais, pois este foi ser interventor em firma criminosa ambientalmente, de um seu amigo e dizia-se para colher provas. "Deem às rapozas o cuidado das parreiras e teremos uma plantação de "abacaxis""

A Secretária foi demitida dois dias após a publicação deste alerta.